segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Em memória do padre Vieira

A classe política brasileira muitas vezes é digna de censura mas merece, igualmente, todo o louvor quando faz algo como o ocorrido há aproximadamente dez dias, quando o Senado brasileiro fez uma sessão solene em homenagem aos quatrocentos anos de nascimento do padre António Vieira (1608-1697).
Pe. Vieira, sacerdote, diplomata e grande orador, é um dos maiores nomes da língua portuguesa, e recebe de maneira justa todo tipo de homenagens.
Defensor dos índios, negros e judeus, era grande pregador do Evangelho, e autor de diversas obras, de cunho político ou religioso, que ficaram para sempre, iluminando a mente de toda os povos, sejam eles lusófonos ou não.

Nenhum comentário: