domingo, 27 de julho de 2008

As variantes lingüísticas - Samba do Arnesto

Apesar de todo idioma ter as normas que lhe regem, é inegável que a maior riqueza dele são as diferentes formas dele ser falado, e a língua portuguesa não fugiu à regra, com uma grande variedade de sotaques e pronúncias, ainda que erradas conforme a norma culta.
Um exemplo disso é a composição de Adoniran Barbosa, Samba do Arnesto, a conhecida música do grupo Demônios da Garoa, onde a linguagem é coloquial demais, com erros crassos de português, e isso sem falar no forte acento italiano das palavras, quando é ouvida.
O Arnesto nos convidô prum samba, ele mora no Brás
Nóis fumo e não encontremos ninguém
Nóis vortemo cuma baita duma reiva
Da outra vêiz nóis num vai mais
(Nóis não semos tatu!)
O Arnesto nos convidô prum samba,
ele mora no Brás
Nóis fumo e não encontremos ninguém
Nóis vortemo cuma baita duma reiva
Da outra veiz nóis num vai mais
Outro dia encontremo com o Arnesto
Que pidiu descurpa mais nóis não aceitemos
Isso não se faz, Arnesto,
nóis não se importa
Mais você devia ter ponhado um recado na porta
Ansim: "Ói, turma, num deu prá esperá
A vez que isso num tem importância, num faz má
Depois que nóis vai, depois que nóis vorta
Assinado em cruz porque não sei escrever Arnesto"
* * *
Fontes na internet:

Nenhum comentário: